Especial - A Bíblia
 
Acima de tudo o amor
Citação: 13,1-13
Autor: Pe. Rafael Lopez Villasenor
 
Leia os outros artigos
 

Os coríntios ambicionavam fortemente os dons extraordinários, em vista da promoção pessoal, e não como forma de se solidarizar com os outros.

Sem a prática do amor, aquele que possui um desses dons nada é. Até a coragem de distribuir tudo aos famintos e, mais ainda, de entregar o próprio corpo às chamas, não resistindo ao martírio, se tudo não fosse movido pelo amor, nenhum valor teria.

Os vv. 4-7 Temos aí quinze expressões, mostrando o que é e o que não é viver o amor. Fica claro que amor é ação eminentemente concreta em favor de alguém, no caso a comunidade e as pessoas mais necessitadas, os fracos e os pobres.

Amor, portanto, não é sentimento, mas atitude concreta que leva a superar os conflitos, fazendo obras que levem à comunhão com todos, e deixando de fazer o que tenha conotação exibicionista.

Cabe à comunidade cristã escolher entre o transitório e o permanente. “O amor jamais passará” (v. 8), pois Deus é amor. O texto relativiza a função das línguas, profecia e ciência.

O hino conclui ressaltando a primazia do amor sobre a fé e a esperança. A fé se concretiza no amor. É o amor quem cria laços, supera conflitos, impelindo para frente.

• Por que o amor é o dom mais importante?

• Como podemos viver na nossa comunidade o dom do amor ao próximo?



 
 
xm732