Especial - Doutrina católica
 
Como surgiu a Igreja
 
Leia os outros artigos
 

Prefiguração da Igreja:

Desde o início dos tempos a Igreja já era prefigurada. O próprio Antigo Testamento possui dezenas de frases prefigurativas. A Arca de Noé, por exemplo, simboliza a Igreja: aqueles que estiverem dentro dela se salvarão; o misterioso sacerdote Melquisedeque que, de maneira surpreendente, oferece pão e vinho a Abraão, símboliza o Cristo na introdução da Eucaristia.

A Igreja (assembléia ou reunião do povo de Deus), começou com Abraão, a quem Deus prometeu que seria o pai de um grande povo. (Gn 12,2;15,5-6). Deus então escolheu Israel como Seu povo eleito. (Ex 19,5-6).
No entanto, o povo comportou-se como uma prostituta, diz o Senhor, rompendo a aliança que fizeram com o Ele, através de adoração a falsos Deuses, etc. (Is 1,2-4).

Por este motivo, os profetas passaram a anunciar, por vontade de Deus, o início de uma nova e eterna Aliança (Is 55,3), a qual foi instituída por Jesus, o Cristo (ungido) de Deus.

Missão de Jesus

A missão de Jesus era realizar o plano de salvação de Deus Pai. Para isso, veio ao mundo e, na idade adulta, formou a pequena comunidade dos 12 Discípulos, respresentando as 12 tribos de Israel, tendo Pedro como seu "chefe" (Mc 3,14-15).

Cristo fundou uma Igreja

A Igreja foi realizada pela Cruz redentora de Cristo e por Sua Ressurreição. Será consumada na glória do céu como assembléia de todos os resgatados na terra. Por isso a Igreja é necessária à salvação do homem, não bastando a fé, como pregava Lutero, que iniciou a reforma protestante.
Por isso também Jesus deixou seus discípulos responsáveis pela Sua doutrina, incumbindo-os de difundi-la por todo o mundo, dando-lhes grandes autoridades, como a de poder decidir o que será ligado ou desligado nos Céus (Mt 16,18-20). Daí vem, por exemplo, a certeza do perdão dos pecados no Sacramento da Reconciliação ou confissão.

Assim, tendo Pedro como "cabeça visível" da Igreja, os Apóstolos difundiram a doutrina por todo o mundo conhecido. Pela autoridade que a eles foi dada pelo Filho de Deus, nomearam outros apóstolos (bispos e sacerdotes), diáconos, como Estêvão e Filipe. Também nomearam Lino após a morte de Pedro, que tornou-se assim o segundo Papa. Assim tem sido até hoje.



 
 
xm732