Missa com crianças
 

17º Domingo do Tempo Comum : Mt 13,44-52
Missa elaborada por: Solange do Nascimento e Gisella Parreira Batista
Solange Nascimento – é autora da Missa com as Crianças e co-autora dos livros Jesus e as crianças. Sua formação acadêmica perfaz Pedagogia, Letras e Direito. É pós-graduada em Metodologia do Ensino Superior pelo UNIFOR-MG.

 
Você gosta da Missa com crianças?

Então compartilhe no FACEBOOK a missa dessa semana, clique no botão abaixo:

Obs.: Quando atualizamos a missa, você pode compartilhar novamente para que seus amigos também acompanhe a missa atualizada. Deus vos abençoe !
Compartilhe essa missa das crianças no facebook, para isto basta clicar no icone do FACEBOOK ou outro programa que você desejar compartilhar com seus amigos. Ajude-nos a levar a Palavra de Deus a todos.
Você tem muitos amigos e envia e-mails para todos? Então você pode enviar essa reflexão para todos de uma única vez, basta copiar a url abaixo e colar em seu e-mail.
Para enviar manualmente, copie CTRL C o código acima e cole CTRL V no mural ou mensagens de e-mails dos seus amigos:
 
A pérola

Acolhida (Levar uma caixa, ou um baú que contenha todas as coisas citadas na acolhida. Lembrando que você tem liberdade de colocar o que achar necessário. Ressalte a imagem de Jesus, o maior  tesouro é ele )

– Boa noite, queridas crianças. Boa noite a todos aqui presentes. Que nossa celebração hoje possa nos ajudar a encontrar ainda mais o reino de Deus.

 Vejam só o que tenho aqui?! Isso um baú. Eu achei-o lá em casa enquanto estava fazendo uma faxina. Então pensei: _ Vou levá-lo lá para a missa e deixar que as crianças vejam o que ele contém, assim poderemos todos saber o que tem valor nesse baú e o que não tem. Vamos abri-lo?
 Aqui no baú tem livros.  Olhem a bíblia. Isso aqui tem valor na vida da gente? Devemos guardá-lo? 
 Aqui tem lixo. Lixo a gente guarda ou joga fora? 
Aqui no cantinho tem um terço. O que eu faço com ele?
Ali um uma caixa vazia, oca, rasgada, isso tem valor? 
 Aqui tem uma foto da minha família. Será que eu guardo? 
Vejam só o que achei? Um rato morto? Será que devo guardá-lo? Por que não? Ah, porque ele não presta nem vivo, imagina morto, não é mesmo?
Pois aqui ainda tem um quadrinho e vejam só, crianças, é Jesus!!! Será que Ele merece ser um tesouro no meu baú?
  Pois esse baú contém para mim as maiores riquezas que um homem pode possuir. Tem Jesus, tem minha família, tem as coisas que me ajudam a crescer na fé e na vida. Mas também tinha coisas que não prestavam para nada. E o que nós fizemos? Separamos o que era bom e jogamos fora o que era ruim.
Pois, crianças, no evangelho, Jesus nos falará sobre isso. Assim acontecerá no fim dos tempos: os anjos virão para separar os homens maus dos que são justos.  Nossa vida será como esse baú, Jesus irá querer abrir um por um e, se dentro dele você tiver coisas boas, ensinamentos que Ele sempre pregou e aprendemos e ações que fizemos em seu nome, seremos os justos. 
Assim, crianças, aquele que quer ser salvo, terá que ter como maior tesouro esse aqui, Jesus. Esse deverá ser nosso maior tesouro e ficaremos estamos tranqüilos, pois sabemos que se mantivermos a fé, seremos escolhidos pelos anjos para fazer parte no reino que Jesus nos preparou. 
             Em pé, com alegria, vamos receber o grande tesouro da nossa vida que é Jesus, cantando.

Ato penitencial 
(Arrumar uma rede cheia de peixinhos. Estes peixinhos devem estar escritos com sentimentos bons e ruins. Pedir às crianças que separem os peixes bons dos ruins).

Hoje, no evangelho, Jesus fala-nos que:
   ___O Reino dos Céus é ainda como uma rede lançada ao mar e que pegou peixes de todo tipo. Quando ficou cheia, os pescadores puxaram a rede para a praia, sentaram-se, recolheram os peixes bons em cestos e jogaram fora os que não prestavam.
É, crianças, por que será que muitos peixes foram jogados fora? 
Ah, é porque estavam estragados, não é mesmo?
E vocês sabem quem são esses peixes que Jesus está falando? 
Somos nós! 
Ele ainda nos faz o seguinte alerta: diz que no final dos tempos Ele virá separar os bons dos ruins... E só seremos salvos, se formos bons. 
Por isso, aqui nessa rede estão vários peixinhos. Notem que alguns são bons, trazem consigo coisas boas do mar da vida, mas têm também aqueles que durante sua jornada no mar só fizeram coisas que não prestam. 
Então nessa rede, vamos separar os peixes ruins dos bons, vamos separar os nossos pecados e tirar todos eles dessa rede pra que assim fiquem só os peixes das boas ações que praticamos.
 Vamos retirar os peixes do egoísmo, do desamor, da violência (ir pedindo as crianças que tirem e separem os bons dos ruins, jogando tudo que é ruim na lata de lixo).
Agora vamos pedir perdão a Deus, pelas vezes em que nos deixamos levar pelo pecado e contaminamos nosso mar com peixes do mal. Queremos nos reconciliar com nosso Pai do céu pedindo seu perdão e nos tornamos peixes bons, para assim merecermos o seu reino. Vamos pedir perdão cantando.

Leitura – A nossa leitura hoje é uma fonte de inspiração para nossa vida. Vamos ouvi-la com atenção, crianças, então todos sentadinhos. Vamos ver o que Salomão respondeu a Deus durante seu sonho e qual foi o seu pedido a Ele. E o que será que Deus lhe respondeu? Então atenção.

(1Rs 3,5. 7-12) Leitura do Primeiro Livro dos Reis Naqueles dias, 5em Gabaon o Senhor apareceu a Salomão, em sonho, durante a noite, e lhe disse: “Pede o que desejas e eu te darei”. 7E Salomão disse: “Senhor meu Deus, tu fizeste reinar o teu servo em lugar de Davi, meu pai. Mas eu não passo de um adolescente, que não sabe ainda como governar. 8Além disso, teu servo está no meio do teu povo eleito, povo tão numeroso que não se pode contar ou calcular. 9Dá, pois, ao teu servo, um coração compreensivo, capaz de governar o teu povo e de discernir entre o bem e o mal. Do contrário, quem poderá governar este teu povo tão numeroso?” 10Esta oração de Salomão agradou ao Senhor. 11E Deus disse a Salomão: “Já que pediste estes dons e não pediste para ti longos anos de vida, nem riquezas, nem a morte de teus inimigos, mas sim sabedoria para praticar a justiça, 12vou satisfazer o teu pedido; dou-te um coração sábio e inteligente, como nunca houve outro igual antes de ti, nem haverá depois de ti”. - Palavra do Senhor. T. Graças a Deus

Aclamação ao evangelho - Jesus nos traz uma mensagem séria em suas lindas palavras. Fala-nos do reino de Deus e o quanto ele é importante para todos nós quando o descobrimos, de fato, em nossas vidas.  E ao descobrirmos com é grande e inesgotável a riqueza de Deus teremos a certeza de termos encontrado o caminho certo para o céu.
 Em pé, com alegria, vamos cantar saudando as palavras do evangelho.
       

Preces. T. Senhor, ajudai-nos a discernir o bem para afastar o mal. 
1. Que a santa Igreja, em torno do Papa e dos Bispos, mantenha-se fiel à sua vocação de anunciar o Reino num mundo que tantas vezes convive com o mal como se fosse o bem.
 2. Que todos os cristãos sejam testemunhas de Cristo e exemplo de opção pelo seu Reino. 
3. Que cada um de nós, busque o discernimento entre o bem o mal, em meio a tanta propaganda consumista e posturas antiéticas, como o aborto e a pena de morte.
 4. Que a certeza da justiça final do Reino cumule-nos de paciência e perseverança, deixando somente a Deus a separação definitiva daquilo que na história está sempre misturado.
5- Que nossas crianças sejam portadoras de toda a riqueza das palavras de Deus, vivenciando-as por toda a sua vida, sendo bons cristãos e divulgadores da Boa nova, rezemos. 

Ofertório – Hoje, Pai do céu, queremos oferecer todo nosso empenho em buscar o seu reino e fazê-lo acontecer entre nós.... Por isso trouxemos nossas ofertas, que simbolicamente irão representar todo nosso esforço em seguir seus propósitos ... 

Propósitos que temos em tornar as pérolas de suas palavras em fonte de vida eterna para a nossa..... Que toda essa riqueza, essa sabedoria venha nos tornar mais hábil e mais proclamador de seu reino (oferecer pérolas). 

Propósito em ser, deste cesto, o bom peixe que estará presente no seu reino, que eu me faça suficientemente bom e levem muitos dos meus irmãos tudo aquilo de bom que aqui aprendi , fazendo com que mais peixes façam parte deste cesto que hoje estamos ofertando. (cesto com peixes)
Propósito, Senhor, em encontrar no campo da minha vida todo o tesouro que o Senhor representa pra nós, não há maior riqueza que descobrir este valor, nada é mais precioso que descobrir seu amor por nós e nele nos entregarmos. Assim estaremos trazendo o céu pra dentro de nós mesmos. (oferecer um coração)
Por fim, Senhor, queremos junto ao pão e ao vinho, oferecer todo nosso esforço em sermos bons, fiéis, fraternos e solidários, a fim de pertencermos ao grupo dos bons, dos que partilham do grande tesouro que é encontrá-lo em nossa vida.         Vamos todos cantar ofertando a nossa alegria também ao Senhor.

Comunhão. Vocês podem estar se perguntando: O que é o Reino de Deus?  O reino é a amorosa ação do Deus vivo na vida e no mundo do ser humano. É a razão da esperança e da alegria, da abertura aos irmãos, da opção pelos empobrecidos. O Reino de Deus é um valor que está acima de todas as especulações. É um valor supremo pelo qual todo sacrifício torna-se pequeno. Por isso o buscamos tanto. E ele se faz mais presente na eucaristia. Por isso vamos alegres, cantando para esse encontro.

 
Ação de graças –. Crianças , não podemos ir embora sem avaliar o que aprendemos sobre o reino de Deus  Temos  que aprender que  com o Reino de Deus acontece o mesmo que ocorreu com o trabalhador que encontrou o tesouro escondido ,ou com o negociante da pérola preciosa. Ele enche de alegria e faz a felicidade de quem o encontra e investe tudo para possuí-lo.
         Assim somos nós, encontramos nosso maior tesouro que é Jesus, dele aprendemos como conseguir alcançar o coração de Deus e estarmos mais próximos ao Céu,  assim finalizaremos nossa grande conquista. 
      Vamos então cantar uma musiquinha que é doce, como é doce o reino de Deus para nós.  Ela nos fala sobre um tesouro. Que tesouro será esse? Vamos cantar! 
 (Quem não souber cantar, faça em forma de oração com as crianças repetindo os versinhos )

 Eu tenho um tesouro, 
 Eu tenho sim
 Eu tenho tesouro
 Dentro de mim.
 Este meu tesouro
 Tem grande valor
 Este meu tesouro 
 É Jesus cristo 
 Meu salvador 
         Vale mais que o céu,
         Vale mais que o mar,
Vale mais que tudo 
Vale mais que eu,
 Este meu tesouro
 Tem grande valor, 
Este meu tesouro 
É Jesus cristo 
Meu salvador !

 
Jesus e as crianças
Toda semana você encontra aqui teatrinhos e historinhas que auxiliam na compreensão da Santa Missa.
Você utiliza as historinhas na missa? Adiante a preparação da missa adquirindo os livros dos 3 anos litúrgicos: A - B e C.

São no total 168 historinhas por apenas: R$ 35,00 e FRETE GRÁTIS (o kit com os 3 livros).

Caso tenha interesse nesses livros clique aqui para conhecer melhor.
Historinha da semana:
O quebrador de pedras


 (Contamos a história com todos os elementos sobre uma mesa e ,à medida ,que contamos, vamos levantando o objeto de transformação  visualizando para as crianças no que ele queria se transformar .)
Era uma vez um simples quebrador de pedras que estava insatisfeito consigo mesmo e com sua posição na vida. Um dia ele passou em frente a uma rica casa valiosa e luxuosa  de um mercador  , onde  importantes figuras freqüentavam a mansão. 
__ “Quão poderoso é este mercador!" pensou o quebrador de pedras. Ele ficou muito invejoso disso e desejou que ele pudesse ser como o comerciante.
Para sua grande surpresa, ele repentinamente tornou-se o mercador , usufruindo mais luxos e poder do que ele jamais tinha imaginado, embora fosse invejado e detestado por todos aqueles menos poderosos e ricos do que ele.
 Um dia um alto oficial do governo passou à sua frente na rua, carregado em uma liteira de seda, acompanhado por escravos fortes e altos e escoltado por soldados, que batiam fortes seus tambores para afastar os pobres. Todos, não importa se eram ricos ou pobres, tinham que se curvar à sua passagem. 
__ “Quão poderoso é este oficial!" ele pensou. "Gostaria de poder ser um alto oficial!"
Então ele tornou-se o alto oficial, carregado em sua liteira de seda para qualquer lugar que fosse temido e odiado pelas pessoas à sua volta. 
Era um dia de verão quente, e o oficial sentiu-se muito desconfortável na suada liteira de seda. Ele olhou para o Sol. Este brilhava orgulhoso no céu, indiferente pela sua pequena presença abaixo. 
__ “Quão poderoso é o Sol!" ele pensou. "Gostaria de ser o Sol!"
Então ele tornou-se o Sol. Brilhando ferozmente, lançando seus raios para a terra sobre tudo e todos, crestando os campos, amaldiçoado pelos fazendeiros e trabalhadores. 
Mas um dia uma gigantesca nuvem negra ficou entre ele a terra, e seu calor não mais pôde alcançar o chão e tudo sobre ele. 
___ “Quão poderosa é a nuvem de tempestade!" ele pensou "Gostaria de ser uma nuvem!”.
Então ele tornou-se a nuvem, inundando com chuva campos e vilas, temor a todos. 
Mas repentinamente ele percebeu que estava sendo empurrado para longe com uma força descomunal, e soube que era o vento que fazia isso. 
___ “Quão poderoso é o Vento!" ele pensou. "Gostaria de ser o vento!"
Então ele tornou-se o vento de furacão, soprando as telhas dos telhados das casas, desenraizando árvores, temido e odiado por todas as criaturas na terra. 
Mas em determinado momento, ele encontrou algo que ele não foi capaz de mover nem um milímetro, não importasse o quanto ele soprasse em sua volta, lançando-lhe rajadas de ar. Ele viu que o objeto era uma grande e alta rocha. 
___ “Quão poderosa é a rocha!" ele pensou. "Gostaria de ser uma rocha!"
Então ele tornou-se a rocha. Mais poderoso do que qualquer outra coisa na terra, eterno, nunca se mexeria. Mas, enquanto ele estava lá, orgulhoso pela sua força, ele ouviu o som de um martelo batendo em um cinzel sobre uma dura superfície, e sentiu a si mesmo sendo despedaçado.
___ "O que poderia ser mais poderoso do que uma rocha?" Pensou surpreso. Ele olhou para baixo de si e viu a figura de um quebrador de pedras.
Então ele ficou sabendo que muitas vezes procuramos por aquilo que está dentro de nós mesmos. _Pobre quebrador de pedras, perdeu a oportunidade de ser feliz e encontrar a sua maior riqueza, pois ela estava o tempo todo com ele mesmo. Assim é o reino dos céus, está tão próximo de nós, tão dentro de nós e nós, na maioria das vezes, achamos que ele está sempre no mais forte, no que possui mais valor, no distante e vamos procurar por um reino que não existe.
Precisamos crianças é acreditar mais nesse Deus que mora em nós, nessa pérola que é nosso coração povoado por Ele , nessa rede que é nosso corpo pra prender as palavras que Deus nos ensina, só assim, seremos verdadeiramente grandes possuidores desse reino .

 
 
Fonte de pesquisa (preces e leituras) - www.homilia.com.br

 
 
xm732