Missa com crianças
 

5º Domingo da Quaresma: Jo 12,20-33
Missa elaborada por: Solange do Nascimento
Solange Nascimento – é autora da Missa com as Crianças e co-autora dos livros Jesus e as crianças. Sua formação acadêmica perfaz Pedagogia, letras , direito , MBA em gestão Institucional . Pós graduada em metodologia e doutoranda em Ciências jurídicas.

 
Você gosta da Missa com crianças?

Então compartilhe no FACEBOOK a missa dessa semana, clique no botão abaixo:

Obs.: Quando atualizamos a missa, você pode compartilhar novamente para que seus amigos também acompanhe a missa atualizada. Deus vos abençoe !
Compartilhe essa missa das crianças no facebook, para isto basta clicar no icone do FACEBOOK ou outro programa que você desejar compartilhar com seus amigos. Ajude-nos a levar a Palavra de Deus a todos.
Você tem muitos amigos e envia e-mails para todos? Então você pode enviar essa reflexão para todos de uma única vez, basta copiar a url abaixo e colar em seu e-mail.
Para enviar manualmente, copie CTRL C o código acima e cole CTRL V no mural ou mensagens de e-mails dos seus amigos:
 
O grão que morre

(Levar uma plantinha em um vasinho bem viçosa e um galho seco )

Acolhida – Boa noite, queridas crianças. Boa noite a todos os presentes, sejam todos muito bem-vindos a esta celebração.

Aqui em minhas mãos tem uma plantinha. Vejam como ela está linda! Quem quer vir aqui me ajudar a entender como ela se tornou uma plantinha viçosa e linda assim? Tem algum especialista em plantas por aqui?
Oi, como é seu nome? Pois bem, fulano, então é você quem irá me ajudar a entender o mundo das plantas? Então vamos lá:
Como é que a gente faz para ter uma plantinha dessas sem ter que comprar uma pronta?(esperar a resposta)
Então devemos plantar? Mas como é que se planta uma planta? (esperar que ele conte e ir falando os passos)
Então tem a semente, pegamos a semente, colocamos no vaso, colocamos terra e ai ela vai crescendo... Crescendo, é fácil assim?
Precisa de mais cuidados?
Ah! Eu tenho que aguar... Tenho que colocar no sol e também devo sempre afofar sua terrinha. Por quê?
Porque se eu não fizer dessa forma, ela pode morrer... e eu quero minha plantinha muito linda para enfeitar a minha vida .
Mas o que será que aconteceu com essa daqui? E para onde vai à planta que morre? Vai para terra servir para outras plantas, é isso?
Aprendi então que a planta vem desse grão pequeno, a semente que morre para a vida brotar dela, aprendi direitinho.
Pois é, crianças, hoje Jesus nos fala sobre esse grão que somos todos nós, grãos que podem cair na terra, mas se não se deixarem envolver por ela,, jamais saberão de sua missão... que é florescer para a vida e dar muitos frutos de paz, justiça e verdade que são o que Ele espera de nós.
Assim como boas sementinhas que somos, vamos todos nos deixar envolver por Jesus e nessa celebração todos em pé, cantaremos para com entusiasmo para recebê-lo em nosso meio.

Ato penitencial – ( Em um cartaz ou nonotebook ir escrevendo palavras que o mundo aceita : aborto , abandono , injustiça, morte , omissão, drogas, prostituição; depois em outra lâmina , montar a semente que morre e dá vida novamente , podendo ser Jesus na cruz e, depois, ressuscitado )

Hoje Jesus nos falará sobre sua morte. E morte, às vezes, é uma palavra dura de ouvir, não é mesmo?
O pior é quando a morte que Ele nos fala é a Dele, a quem amamos e respeitamos tanto.
A morte de Jesus, crianças, nos é questionadora, pois desmascara as forças que matam para intimidar. E nos convida a lutar contra as injustiças das mortes prematuras de nossas crianças e jovens, aqueles que estão envolvidos com o mundo das drogas, aquelas que estão entregues em prostituições, aquelas que não podem gritar por socorro por serem ameaçadas de morte e, muitas que se encontram no abandono de suas família, fala também do abandono da saúde publica , dos velhos e doentes padecendo em inúmeros corredores sem assistência devida , sem a dignidade merecida
Jesus nos fala do grão, este que morre para dar a vida, este que se entrega em nome de sua missão e volta com toda a força por acreditar que a vida não termina, ela só se transforma... de semente em germinação. Ele é o grão que morreu e ressuscitou para nos dar a certeza da vida eterna.
Jesus lutou por nós. E nós? Por quem nós temos lutado? Lutamos pela nossa vida? Para que ela seja fruto de justiça social? Lutamos pelas nossas famílias que andam tão desestruturadas? Lutamos pela saúde publica para que todos a tenham em abundância ? Às vezes, crianças, estamos tão longe do céu e nem percebemos...
Por todas as vezes que não lutamos pelo nosso grão, pela germinação do grão do nosso irmão, por nossas faltas, por não trabalharmos pela igualdade e pela fraternidade , nos omitindo diante da situação que os assola , pedimos perdão cantando.

Leitura - Nossa leitura de hoje nos ensina que a oração feita com sinceridade é atendida por Deus. Vamos ouvi-la com muita atenção.

Aclamação – Hoje veremos no evangelho, crianças, que a lógica do "grão de trigo" gera vida lá onde só parece ter morte, faz doar a vida para que "todos tenham vida". Pensando e agindo assim, vamos todos ficar em pé e cantarmos com alegria saudando as palavras do senhor.

Evangelho – História das sementes.

Ofertório – (oferecer : sementes , terra, água , sol, jardineiro, ferramentas , frutos )

Jesus hoje nos ensina que o grão de trigo que cai na terra e não morre continua só um grão de trigo, mas se morre, então produz muito fruto.

E é esse "muito fruto" que hoje queremos oferecer ao Senhor.
Oferecer-lhe a boa semente que somos... O desejo de nos deixarmos envolver pelas suas palavras, pela nossa missão.

Ofertar o nosso aceitar a terra que nos envolverá através de suas palavras, seus ensinamentos... que devo acolher, deixar que ela me aqueça e permaneça sempre junto a ela. .
Oferecer a água, como limpeza dos nossos pecados. Como saciar a fonte de nosso amor, alimentando a vida com as belezas que nos oferece.
Oferecer-lhe o calor do sol, como agradecimento a todos os bens que nos dispensa, pelo amor quente que sentimos quando mais precisamos.
Oferecer as lições do jardineiro, que nos conduz a viver plenamente.
Oferecer as ferramentas para manter nossa planta sempre limpa do mal e protegida dos ataques dos inimigos pecados
Oferecer nossos frutos, nosso desejo de alimentar nossos irmãos com a beleza que provém de cada um de nós, com a partilha diária, com o afeto, com a amizade que abraça a vida.. Com os frutos de justiça que precisamos ser a cada dia
Por fim, Senhor, oferecer tudo que somos hoje planta viva do seu amor, compromisso e certeza de levar adiante tudo que o Senhor espera de cada um de nós.
Receba junto ao pão e ao vinho a certeza de cada etapa da nossa vida de boa semente. Amém

Comunhão – Se o grão de trigo não cair na terra e morrer não produzirá frutos
Jesus nos ensina a viver acreditando na ressurreição, na vida eterna, naquela que nunca termina. Acreditando em Jesus e nos fortalecendo na alegria de sua eucaristia, vamos ao seu encontro cantando.

Ação de graças – Vamos ver o que aprendemos hoje na nossa celebração com Jesus, crianças?
Jesus nos disse que todos nós somos um _______ (grão) que para viver precisamos de ________ (morrer), porque a morte nos mostrará o caminho para a vida ______ (eterna).
Disse-nos também que precisamos ser frutos de _________ (justiça) e que devemos amar muito também a todos os nossos ________ (irmãos).
Temos uma missão pela frente, viver acreditando no que Jesus nos disse, Ele nos prometeu a vida eterna e, é ela que nos sustenta na fé, no acreditar que um dia todos nós iremos germinar no céu, com nosso Deus, é essa nossa alegria, não é crianças? Acreditar que um dia nos encontraremos todos, no céu!
Vamos pedir nossa mãezinha Maria através de sua oração que ela nos proteja e interceda por cada de um nos junto ao Papai do céu. Ave Maria


 
Jesus e as crianças
Toda semana você encontra aqui teatrinhos e historinhas que auxiliam na compreensão da Santa Missa.
Você utiliza as historinhas na missa? Adiante a preparação da missa adquirindo os livros dos 3 anos litúrgicos: A - B e C.

São no total 168 historinhas por apenas: R$ 35,00 e FRETE GRÁTIS (o kit com os 3 livros).

Caso tenha interesse nesses livros clique aqui para conhecer melhor.
Historinha da semana:
História da semente

(Encenação: jardineiro e 3 sementes – música de reflexão ao fundo )


Toda vez que a palavra "grande" aparecer, é para ser bem pronunciada, (pois ela é repetitiva para fazer o sentido da missão).
Narrador - Era uma vez... Há muito tempo atrás... no tempo em que as coisas eram muito grandes... um jardineiro que tinha por missão semear um grande jardim... Grandes árvores iriam nascer por lá... e, para grandes árvores foram criadas grandes sementes... Sementes especiais... criadas especialmente para esta grande tarefa de fazer a vida brotar...
E lá vem o jardineiro com sua grande tarefa...
Mas que dificuldade!!
Jardineiro - Venha cá, sementaça, que tamanho, gente! Dá uma ajuda aí, sementaça... Tu és pesado por demais colega!
Semente Tonho - Mas que desajeitado você, heim? Bem que se podia ter arrumado um Jardineiro mais forte... Você não está dando conta nem de me transportar... que dirá me enterrar para que eu dê a vida nova!
Jardineiro - Mas ô sementinha faladeira... Dá menos suspiro pra ficar mais leve... Que pelo jeito tem uma maior ainda lá naquele cantinho... Hoje eu tô frito! (limpa o suor, cansado) Vem cá agora, sementona... da próxima vez que o criador quiser fazer outro jardim, vou sugerir diminuir o tamanho das sementes... senão isso não vai dar certo...
E tentando pegar a semente Lud, (tenta de um jeito, tenta de outro... puxa por um lado... tenta de outro... ela reclamando os puxões que lhe atrapalham o cabelo... borram seu baton...) ele vai falando.
Jardineiro – Mas isso não é uma semente, não será uma perua disfarçada de semente? Que "estrupício" mais enfeitada! Será que precisava de tudo isso? Vai ser colocada na terra mesmo! Ninguém vai ver...
Semente Lud - Ô que????? Colocar na terra? Nequinhas!! Nunquinha!!! Never!! De maneira "ninhuma"!! Ói procêvê !! Qui rapaiz incuveniente!!! Eu... Linda, maravilhosa, réplica da giselle Blidi.. Enterrada, mas é nunca hein... Vai tirando essa "mãozona" de terra de cima de mim, vai...
Jardineiro - (depois de conseguir colocá-la perto do Tonho) Inconveniente não, que sou muito é eficiente... Sou o mió jardineiro da redondeza... e bico calado que tem aquela outra semente pra eu trazer e plantar...
Volta e carrega a outra semente com mais facilidade carrega
Jardineiro – Semente Pedrim... Olha bem... Que "manerim"... Essa deu pra carregar bem mesmo, não reclamou , ficou certinha.. É uma boa semente essa daqui, gostei....
(Olha satisfeito sua tarefa sendo cumprida e começa a pegar nos instrumentos e mexer a "terra")
Começa a conversa das sementes.
Semente Lud - Ô fio... Alôô... Tô aqui querendo saber uma informação... Para que é que me trouxeram, tão desajeitadamente, diga-se de passagem, do meu cantinho, onde estava bem tranquila, com meus espelhos e nécessaire, tomando um bronze? Heim? Alguém podia me informar? Alooo , estou aqui , ó .. linda e cheirosa, rapazes... E que história de "plantar" é essa? Nunca vi falar disso... Só sei que vou virar a árvore... a maior árvore que o mundo já viu... vou ser linda... cheirosa... e dar muuuitos frutos....
Semente Tonho- Ei coleguinha, menos , menos ... E como você acha que vai virar tudo isso? Vai ter que ser enterrada na terra... está pensando que irá se transforma de uma hora para outra : que nada ..
Semente Pedrim - Ô amiguinho... Num fala assim com ela... Num tá vendo que ela num sabe? Tá com medo... Ela é frágil.. se abusar dá um AVC
Semente Lud - OOHHHHHHH!!!!!!!!!!!!!! Não Buááááááá´!!!!!!!!!! Se eu ficar na terra vou apodrecer... semente não pode encontrar com terra e umidade... não faz bem pra pele!!! Meu llook super especial vai desmanchar, desbotar, desfalecer, des... des... des... e eu tenho medo de ficar no chão... Por favor, alguém me leve pra bem longe daqui... Não sabia que esse negócio de virar árvore era tão perigoso... QUERO NÂO!!!!!!!! Quero ser perua, colorida, festeira, não quero ir para o chão.. ajude-me .. help...
Semente Tonho - Ô sementinha... num fica triste não... Você num viu como era linda a grande árvore que você vai ser? E não viu que sombra fresquinha ela vai dar?
Semente Pedrim - E os frutinhos que ela vai dar? Que gostosura!!
Semente Tonho - Pois é... para ser tudo isso você vai ter que morrer... (fala bem baixinho, tão baixinho que ninguém escuta e ela pede para repetir, ele repete algumas vezes e por fim fala bem alto, de forma trágica).
Semente Lud - Morrer?????????????????????? Não quero não... sou muito jovem... tão viçosa... tão bonita semente, fui feita para ser assim, não quero conhecer o outro lado (CHora... e Pedrin a consola).
Pedrim - Não chora, sementinha... A missão de todos nós é assim... a gente tem que dar a vida para viver para sempre na grande árvore... Somos grãos , pequenas sementes , que nos doamos ao chão para que ele opere o milagre da nossa vida . Olha , fica assim não , vem cá .. está vendo lá em cima? É para lá que vão todos aqueles que acreditam que vale a pena morrer, pois estaremos bem mais felizes quando estivermos lá no alto... na grande árvore de Deus
Tonho - Se a gente não morrer como semente para germinar, não vai poder dar os frutos que o Criador de todas as coisas espera... Você vai sair desse seu jeito "redondo" de ser para se tornar uma criatura muito maior... melhor... pense em seus galhos crescendo... as folhas que vai dar... as crianças que vão brincar em seus galhos... as flores perfumando o ar... os passarinhos fazendo em você o seu ninho... os frutos saborosos que irão deliciar tantos que perto de você chegar....... eeeee............................
Lud - Mas... mas.... isso tudo eu sabia.... mas não sabia que iria morrer... que iria sofrer... que iria deixar de ser sementinha.... (soluçando) Isso não é fácil...
Pedrim - E quem disse que viver é fácil? Alguém ai acha fácil viver? Viver é uma luta constante
Tonho - Veja... O jardineiro já terminou de afofar a terra.... já está vindo para cá... Não fique triste... pense só na vida eterna que vai vir de você...
Narrador - E o jardineiro foi se aproximando das sementes... Colocou primeiro a semente Pedrim.... que foi alegre sendo colocada na terra macia... e sendo coberta por ela... Colocou depois a semente Tonho, que também se deixou cobrir com a terra, sabendo da sua missão e, por fim, abraçando a sementinha Lud, a pegou carinhosamente e foi a cobrindo com a terrinha... e ela foi entendendo a sua grande missão... A grande missão de uma grande semente...
Pois é assim, crianças que Jesus também é para nós... Ele nos ensina a sermos aqueles que se dão em amor e alegria aos outros... aqueles que gastam sua vida de maneira a dar frutos... a alimentar os irmãozinhos... a dar amor.... Amém.


Sugestão de cenário
A encenação vai se passar num jardim, de preferência colocar muitos vasos perto de onde será nosso espaço de cena...
Papel crepom marrom amassado e picado para fazer a terra que o jardineiro irá cobrir as sementes e, quando o jardineiro (de macacão, chapéu de palha, podão pendurado e mais apetrechos de jardim) for plantar, terá que afofar a terra com a enxadinha... Ele vai fingir que carrega cada uma das suas sementes especiais de forma desajeitada, meio "reclamão".
Cada semente vai se caracterizar de acordo com sua personalidade (por baixo tudo preto, calça e blusa de manga comprida)... A Lud é chique e não quer se sujar de terra... O Pedrin é ingênuo e meio bobinho... E o Tonho é sabichão... (óculos, papel crepom mais neutro, bem básico)
No meio do papel crepom que é a terra pode haver umas minhoquinhas pra fazerem a Lud se irritar... folhinhas... sujinhos...
Colocar o retro como iluminador da cena, ou sol da manhã naquele lugar... Não esquecer de fazer um fundo musical enquanto tudo estiver se desenrolando.

 
 
Fonte de pesquisa (preces e leituras) - www.homilia.com.br

 
 
xm732