Missa com crianças
 

16º Domingo do Tempo Comum : Mt 13,24-43
Missa elaborada por: Solange do Nascimento e Gisella Parreira Batista
Solange Nascimento – é autora da Missa com as Crianças e co-autora dos livros Jesus e as crianças. Sua formação acadêmica perfaz Pedagogia, Letras e Direito. É pós-graduada em Metodologia do Ensino Superior pelo UNIFOR-MG.

 
Você gosta da Missa com crianças?

Então compartilhe no FACEBOOK a missa dessa semana, clique no botão abaixo:

Obs.: Quando atualizamos a missa, você pode compartilhar novamente para que seus amigos também acompanhe a missa atualizada. Deus vos abençoe !
Compartilhe essa missa das crianças no facebook, para isto basta clicar no icone do FACEBOOK ou outro programa que você desejar compartilhar com seus amigos. Ajude-nos a levar a Palavra de Deus a todos.
Você tem muitos amigos e envia e-mails para todos? Então você pode enviar essa reflexão para todos de uma única vez, basta copiar a url abaixo e colar em seu e-mail.
Para enviar manualmente, copie CTRL C o código acima e cole CTRL V no mural ou mensagens de e-mails dos seus amigos:
 
O joio e o trigo

Acolhida

(Pode-se contar a história usando slides, dessa forma ficará bem mais interessante para as crianças acompanharem, ou até mesmo com um trigo na mão e na outra um espinho, ou erva daninha representando o joio )

– Boa noite, queridas crianças. Boa noite a todos aqui presentes. Sejam todos muito bem-vindos a esta celebração
Crianças, vocês gostam de historinhas? Que tipo de histórias vocês gostam? Quem lhes conta histórias? Quando é o papai ou a mamãe que conta a história, vocês gostam mais ou menos?
Pois é, vocês sabiam que Jesus também gostava de contar histórias? Ele dizia que as pessoas aprendiam mais se ouvissem na prática seus ensinamentos, por isso Ele contava muitas histórias para seu povo.
Hoje, Ele nos contará uma pequena história nos falando de uma forma simples, porém que devemos meditar muito.
Estão vendo aquele campo lá no retro: Aquilo lá é o mundo... Mas a história que Ele conta é a seguinte:
Tinha um bom Senhor que saiu a semear. Jogou na terra boas sementes de trigo e com todo o seu carinho e amor cuidou delas para que elas crescessem logo. Só que esse Senhor foi descansar e ele tinha um inimigo muito forte, que o odiava muito. Sabem o que esse inimigo fez? Ele foi lá à noitinha , quando ninguém podia vê-lo , enquanto estava tudo escurinho e jogou uma semente de praga, chamada joio para matar as sementes boas, sufocando-as.
Pois vocês acreditam, crianças, que tanto semente de trigo quanto semente de joio praga nasceram juntinhas? Só que os empregados do Senhor queriam cortar o joio para que ele não prejudicasse o trigo, contudo,Senhor sabia que se cortasse o joio também cortaria o bom trigo. Ele, então pediu que os empregados deixassem à plantação como estava até tudo crescer.
E em pouco tempo, o trigo e o joio cresceram, o joio já começava a enforcar o bom trigo. Foi nesse momento, vendo que o trigo poderia morrer com a presença do joio é que o Senhor mandou cortar o joio e queimá-lo em uma grande fogueira para que nada dele restasse e colheu o bom trigo e guardou em seu celeiro.
Bonita a história, não é mesmo?
Hoje, vamos entender o que Jesus queria nos falar através dessa historinha que ele nos contou. Mas antes, vamos ficar todos em pé e com alegria cantar pra nossa celebração iniciar.

Ato penitencial – ( Slides que representem o que está sendo falado , ou pode fazer um joguinho com duas colunas,colocando pontos para o joio ou pontos para o trigo )

Crianças, vamos entender que é trigo e quem é joio?
O trigo é a boa semente, dela se faz a farinha, que se transforma no pão que nos alimenta.
O joio é uma plantinha danada, uma praga, uma coisa daninha, ruim, que surge entre as boas e as corrompe.
E ai, a gente faz nossa reflexão:
Será que eu sou trigo, a boa semente que Deus tanto ama? Ou será que eu sou joio, essa erva danada que contaminada pelo pecado só sabe fazer coisa que não presta?
Vamos descobrir o que somos?
Se formos assim, gostamos de brigas, violência, ofender os outros, falar palavrões , então somos joio .
Agora, se ajudamos nossos irmãos mais necessitados, se em nossa casa respeitamos nossos pais e buscamos sempre ser fieis aos ensinamentos de Jesus , nós somos trigo!
Mas pode acontecer que só vivemos de fofocar da vida dos outros, falando coisas que não são verdadeiras, mentiras, levantando injúrias nas pessoas, tendo inveja da casa nova do coleguinha, ou do carro que o pai do outro comprou , então ai sou o joio, crescido, querendo sufocar o bom trigo .
No entanto, se cuidamos bem de nossa casa , ajudando nossos pais , respeitando as pessoas mais velhas, promovendo a paz e a harmonia na família, cumprindo com minhas tarefas de casa, sem que nossos pais briguem conosco , sendo sempre obedientes ,então somos a alegria de Deus , bons trigos .
Por outro lado, se estamos aqui na missa pensando na pracinha que eu vou depois, sem nos importar com as palavras que Jesus nos coloca, se eu não rezo, não pratico nenhuma boa ação... sou egoísta porque só penso em mim mesmo, esquecendo que existe o outro, ou outras vezes tentando prejudicá-lo , então , infelizmente sou joio .
E sabem, crianças, quem semeia o joio na vida da gente? É o encardido que vem com o pecado e a gente o deixa tomar conta, fazendo essa planta danada tomar conta do nosso coração .
E quantos de nós, aqui, não somos esse joio na vida do irmão? E não trazemos esse joio para nossa vida também ?
Por isso, crianças , vamos pedir perdão , porque muitas vezes nos deixamos contaminar por ele , sufocando a boa semente que é Jesus na nossa vida . Vamos pedir perdão cantando .

Leitura – Queridas crianças, agora, bem sentadinhas, vamos ouvir uma leitura que é tirada do livro da Sabedoria, e se foi de lá que essa leitura veio, bons ensinamentos ela nos trará. Por isso precisamos de atenção e silêncio para que vocês entendam cada parte dela . Vamos ouvi-la?

(Sb 12,13.16-19)
Leitura do Livro da Sabedoria 13Não há, além de ti, outro Deus que cuide de todas as coisas e a quem devas mostrar que teu julgamento não foi injusto. 16A tua força é princípio da tua justiça, e o teu domínio sobre todos te faz para com todos indulgente. 17Mostras a tua força a quem não crê na perfeição do teu poder; e nos que te conhecem, castigas o seu atrevimento. 18No entanto, dominando tua própria força, julgas com clemência e nos governas com grande consideração, pois quando quiseres, está ao teu alcance fazer uso do teu poder. 19Assim procedendo, ensinaste ao teu povo que o justo deve ser humano; e a teus filhos deste a confortadora esperança de que concedes o perdão aos pecadores.
- Palavra do Senhor.
T. Graças a Deus.

Aclamação – Agora, crianças , o padre irá nos contar a história do trigo e do joio do jeitinho que Jesus contou aos seus discípulos . E nós, bons discípulos também que somos, antes de ouvi-lo, vamos todos ficar de pé e ,com muita alegria, saudar as palavras do evangelho, cantando.


PRECES DOS FIÉIS.
T. Fazei de nós, Senhor, trigo da justiça e semente de esperança.

1. Pai bondoso, que santa Igreja seja um campo onde floresça o bem, mas também seja a Mãe que saiba ajudar os filhos mais fracos a encontrar o caminho da Vida. Nós te pedimos

2. Iluminai os cristãos para serem um exemplo de firmeza na opção fundamental pelo bem e, ao mesmo tempo, um sinal de tolerância num mundo cada vez mais intolerante e cruel. Nós te pedimos

3.Ajudai os povos a conseguirem uma convivência sadia na diversidade, sempre lutando pelo bem, sem perder, contudo, a clemência e a ternura. Nós te pedimos

4. Fortalecei cada um de nós, principalmente nossas crianças e nossas famílias, para que saibamos seguir a Palavra da Vida, que nos foi proclamada hoje, sendo bons trigos buscando a conversão sempre , nós te pedimos


OFERTÓRIO-
Senhor, hoje estamos aqui diante do teu altar e trouxemos para sua mesa as nossas ofertas .
Queremos colocar aqui, este trigo, semente boa que queremos ser. Frutos de seu amor pelo homem que nos fez bons, limpos do pecado, protegidos contra o mal enquanto estamos sempre ao seu lado
Queremos trazer também o joio , essa praga que arrancamos de nossas vidas , nos comprometendo em nunca mais deixá-lo crescer em nós , tirando também as que tomam conta do coração do nosso irmão , buscando livrá-lo de todo mal , trazendo para junto de ti
Trouxemos as ferramentas que precisamos usar diariamente para nos sentirmos seguros como bons trigos que somos que são: o terço, a bíblia, nossas orações, nossas ações e, principalmente, junto ao vinho, trouxemos o pão, de que é feito com a boa semente do trigo... Que brotando do terreno fértil de nosso coração se transforma em pão vivo e vem até a sua mesa, completar de forma perfeita nossa refeição.
Tudo isso, Senhor, te oferecemos neste dia. Vamos todos cantar para mais bonito nosso ofertório ficar..

Comunhão - Com alegria vamos ao encontro do Senhor na eucaristia. Nele encontramos a força que nossa boa semente tanto necessita para crescer sempre na fé e nos amor. Vamos ao seu encontro cantando

Ação de graças - Nossa celebração está quase terminando , mas de uma coisa vocês podem estar certo , todos nós, hoje, estamos muito mais ricos pelo que aqui aprendemos com Jesus .
Vamos lembrar o que foi mesmo?
A historinha nos falava sobre duas sementes. Que sementes eram essas? Qual é a semente boa ? Por quê?
Qual era a semente que não prestava? Por quê?
Qual delas devemos ser?
Então, com as mãozinhas bem unidas, vamos juntos pedir a Nossa Senhora que sempre interceda por nós, pedindo a Deus que nos proteja do joio, que jamais deixe que ele nos contamine e que, nos ajude a tirar da vida do irmão essa praga que não o deixa ficar perto de Jesus. Vamos todos rezar com bastante fé...

Ave Maria, cheia de graça....

 
Jesus e as crianças
Toda semana você encontra aqui teatrinhos e historinhas que auxiliam na compreensão da Santa Missa.
Você utiliza as historinhas na missa? Adiante a preparação da missa adquirindo os livros dos 3 anos litúrgicos: A - B e C.

São no total 168 historinhas por apenas: R$ 35,00 e FRETE GRÁTIS (o kit com os 3 livros).

Caso tenha interesse nesses livros clique aqui para conhecer melhor.
Historinha da semana:
A família de Clara


Técnica: Encenação

Podem-se trocar os nomes das personagens por alguns conhecidos das crianças. A encenação deverá frisar que no nosso meio convivemos com pessoas que são joios, assim como a personagem sofreu com o ataque dele , qualquer um de nós pode sofrer , o importante é que a personagem principal permaneceu sendo sempre bom trigo, vencendo ao final .

Personagens – Laura , Chispita , Clara , Darlene , pai de Clara ,. Príncipe

Clara era uma linda menina e que com muitos encantos vivia a cantar.
Seu pai era viúvo e encontrou nos braços de Chispita juras de amor eterno. Chispita era uma mulher muito má e tinha duas filhas horrorosas do antigo casamento e que agora passariam a morar todos juntos na casa do pai de Clara.
Uma das filhas se chamava Darlene e adorava aparecer. Falava ao seu padrasto que ela era uma estrela e que ele tinha porque tinha que pagar um book muito chique pra ela aparecer na telas de sucesso do palácio imperial.
Já a outra era a Laura, maldosa como ela só, vivia aprontando mil maldades pra cima de Clara que era tão boazinha.
Acontece que Clara por ser uma menina doce e meiga e não querendo fazer seu pai infeliz, vivia sofrendo horrores nas mãos das irmãs tortas . Era um tal de Clara pra cá, Clara pra lá só pra trabalhar. A pobre da menina não tinha tempo nem pra comer, só se sentia feliz quando seu pai chegava e para seu colo dele ela pulava .E ele sempre a perguntava:
__ Clara, você me ama?
E ela respondia:
_ Sim, papai, tu sabes que eu te amo.
_ Então, filha, cuida bem de tudo que aprendeu , de todas as coisas boas que eu com tanto amor lhe ensinei. Cuida bem do seu bondoso coração, continue amando as pessoas e querendo o bem de todos. Mostre sempre que o quê eu te ensinei é o melhor.
As outras meninas ,como eram muito invejosas, vendo o amor que existia entre pai e filha odiavam mais e mais a Clara e continuavam fazendo-a de escrava. Ela, por amor ao seu pai, ficava calada e tudo fazia.Não queria ver seu pai triste
A madrasta da Clara era malvada e impiedosa e tratava muito mal a pobrezinha e ainda ameaçava:
___ Se você contar para seu pai o que eu lhe faço, eu acabo com você e com a vida dele também .
Como a menina gostava muito de seu pai e vocês sabem ,quando a gente gosta muito de alguém a gente não faz nada pra machucá-la, não é? Então ,Clara se calava e tudo sozinha ela fazia. E, por isso, todas às vezes que seu pai chegava, ela se consolava em seu colo. Sabia que a vida era difícil, mas com seu pai por perto, tudo se fazia melhor,tudo valia a pena e a alegria do amor dos dois, contagiava a casa .E era sempre a mesma pergunta:
__Filha, você me ama?
__Sim, meu pai, eu te amo.
__ Então cuida bem de tudo que lhe ensinei. Seja sempre boa, generosa, reparta sempre o bem, porque a quem muito foi pedido, muito será dado também.
Realmente era um amor verdadeiro que tudo suporta , que tudo agüenta , que tudo anima . E em nome desse amor a jovem sofria, mas sabia que a recompensa um dia viria.E não é que nesse meio tempo, a sua família recebeu um convite para ir ao um baile no castelo , onde o príncipe escolheria uma jovem pra ser sua esposa !?
Gente , vocês não acreditam! Quando a Darlene ficou sabendo ,ela ficou louca e dizia:
___ Finalmente!!!Meu dia de glória está por vir, eu serei famosa, aparecerei na capa da Fama do Palácio e ninguém vai poder me tirar o que é meu. Eu sou invencível.
Enquanto isso, sua irmã Laura, a maldosa, estava armando um esquema para tirar Darlene do páreo.
____ Já sei, vou esconder a PERUCA da Darlene e assim ela não poderá mais ir ao baile.
Enquanto as duas maquinavam como iam fazer para garantir a grana do príncipe, Clara sonhava com a possibilidade de encontrar um amor de fato, um amor eterno.
Quase na hora do baile, o desespero toma conta de Darlene:
_____ Ohhhhhhhh ! Onde está a minha peruca! Golpe, golpe. Não passa sem ser a perua da Clara, aquela apagada. Aquela pobre não sabe suporta a minha pessoa que é chique, aquela feia quem nem pode ir à festa . Mãeeeeeeeeeeee, a Clara roubou minha peruca.
Pobre da Clara foi trazida a tapas e pescoções pela madrasta que queria matar a coitada para dizer onde tinha escondido a peruca. Mas ,como ela nada sabia, foi parar presa no seu quarto.
No mesmo momento, a maldosa da Laura saiu de fininho e foi para o baile.
O baile estava animado e o príncipe era um galã de primeira linha. Logo que Laura bateu o olhos nele, deu de cima do príncipe, que caiu na lábia da malvada .
Nisso chegaram à festa a madrasta trazendo Darlene. Quando Darlene percebeu que era a própria irmã que havia lhe dado um golpe ficou tão nervosa ... tão furiosa que feito louca partiu pra cima da sua irmã querendo matá-la
__ Foi você, sua perua, que roubou minha peruca e ainda quer roubar o meu partidão!
E as duas agarram-se de unhas e dentes na festa dando um vexame danado.
Nesse meio tempo, chega em casa o pai de Clara que ouvindo o choro da menina veio correndo pra saber o que é q estava acontecendo. Clara contou tudo a ele que a pegando no colo disse:
__ Filhinha , por amor a mim você sofreu muito . Mas agora tudo acabou. Vou me separar dessas maldosas, esse joio que só serviu para ajuntar maldade à nossa família.Agora limpe as lágrimas e vista-se, pois iremos juntos à festa do príncipe.
E não deu outra. O pai de Clara entrou com a bela menina na festa e quando o príncipe a viu, foi amor à primeira vista.
Dançaram a noite toda e ele a pediu em casamento para seu pai. Que depois de ter dado a mão dela ao príncipe, pegou uma vassoura e expulsou pra sempre da vida dele todo mal daquelas três farsantes. Como diz o ditado "Cortou o mal pela raiz"
Viram só, crianças ! Apesar de conviver com a madrasta e as irmãs tortas que eram tão más, Clara não se misturou ao Joio, quer dizer, aquelas sementes que não prestavam que dominavam o coração das maldosas. Continuou sendo o bom trigo, pois fora assim preparada pelo seu pai. É no exemplo de Clara é que devemos nos assemelhar, pois ela sobre separar o que era bom do que não prestava.

 
 
Fonte de pesquisa (preces e leituras) - www.homilia.com.br

 
 
xm732