Missa com crianças
 

3º Domingo da Páscoa: Lc 24,35-48
Missa elaborada por: Solange do Nascimento
Solange Nascimento – é autora da Missa com as Crianças e co-autora dos livros Jesus e as crianças. Sua formação acadêmica perfaz Pedagogia, letras , direito , MBA em gestão Institucional . Pós graduada em metodologia e doutoranda em Ciências jurídicas.

 
Você gosta da Missa com crianças?

Então compartilhe no FACEBOOK a missa dessa semana, clique no botão abaixo:

Obs.: Quando atualizamos a missa, você pode compartilhar novamente para que seus amigos também acompanhe a missa atualizada. Deus vos abençoe !
Compartilhe essa missa das crianças no facebook, para isto basta clicar no icone do FACEBOOK ou outro programa que você desejar compartilhar com seus amigos. Ajude-nos a levar a Palavra de Deus a todos.
Você tem muitos amigos e envia e-mails para todos? Então você pode enviar essa reflexão para todos de uma única vez, basta copiar a url abaixo e colar em seu e-mail.
Para enviar manualmente, copie CTRL C o código acima e cole CTRL V no mural ou mensagens de e-mails dos seus amigos:
 
Os discípulos de Emaús

Acolhida – Boa noite ,queridas crianças . Boa noite a todos aqui presentes. Sejam todos mto bem vindos a esta celebração.

Crianças, hoje temos uma brincadeira diferente . Quero ver se vocês entendem mesmo desse negócio de reconhecer gestos e pessoas através de coisas que eles tem ou q eles fazem . Vamos lá?
Olhem só aquela capa ? A quem ela pertence ?
E aquela maçã na mão da bruxa? De quem será ?
Nossa!!!! Esse chapeuzinho é conhecido.. Será de quem?
E essa cruz , fica sempre em que lugar ?
Vamos ver se reconhecem essa mão de gancho? De quem será?
Agora, eu quero ver é esse gesto de partir o pão ? Quem é que faz?
Pois é isso mesmo, crianças !Vêem como podemos reconhecer pessoas e coisas através de gestos?
Assim foi com os discípulos de Emaús. Emaús era um vila, uma aldeia bem pequena, para onde alguns dos discípulos de Jesus caminhava depois que ele morreu .. Foi nesse meio de caminho que Jesus apareceu a eles, isso depois que ele havia ressuscitado, mas vcs acreditam crianças que eles não reconheceram Jesus? Andaram com Ele uma boa parte do caminho ...Ele falou sobre várias histórias da Bíblia e tudo mais . Só reconheceram Jesus ,depois de muito tempo, quando Ele estava no meio deles e partiu o pão , então seus corações viraram brasa . E Jesus sumiu ..
Que nós , hoje , não possamos ser assim ...que possamos reconhecer Jesus o tempo todo , em todos que estão perto de nós , nos que nos rodeiam, por toda parte , porque Jesus preferiu ressuscitar pra que pudesse permanecer entre nós . Vamos todo em pé , cantar com alegria .

Ato penitencial – Gente,vocês estão sabendo sobre a epidemia de dengue que estamos atravessando ,não é ? .
Então ,eu fiquei imaginando que tem muita gente com essa epidemia, gente parado no pecado ,igual água parada que contamina-se como os focos da dengue , assim como as pessoas estão se contaminando pela presença do mal em suas vidas
A epidemia do pecado vai dominando nosso corpo, adoecendo nosso bons sentimentos , nos fazendo doentes , não nos deixando reconhecer Jesus nos pobres , nos doentes , nos tristes , nos velhos , nas pessoas q sofrem , na bíblia , porque não nos deixa ler , ficamos cegos , mesmo enxergando , igualzinho aos discípulos de jesus , a falta de fé nos cega , enchemos caixas desse mal , semelhantes a caixa d'água do foco da dengue , lotado de filhotes do mal .
Vamos caminhando sem rumo e não conseguimos enxergar os gestos de Deus em nossas vidas .
Assim contaminados por esse mal e querendo nos livrar do egoísmo que nos impede de ajudar os outros , da maldade que nos fazem pessoas ruins , fracas ... Pedimos a Deus que nos envie seu perdão , como repelente , afugentando de nós , cada pecado , que nos impede sermos um discípulo que caminha pra Jesus . Pedindo a Ele tambem que nunca nos deixe ser água parada, cristão tem que ser ativo na fé , por isso cantamos pedindo perdão .

Leitura – Queridas crianças, vamos todos nos assentar. A leitura nos mostra Pedro em pé, com voz altaneira, falando à multidão, sem medo de dizer quem havia matado Jesus, homem aprovado por Deus e comprovado por suas obras. Mas a cruz não tinha prevalecido, pois Deus ressuscitara Jesus. vamos ouvir ?

Aclamação ao evangelho – Jesus é aquele que nunca nos abandona, ele fica conosco , caminha conosco , senta e reparte o pão de cada dia conosco . Vamos todos ficar em pé e com alegria cantar para saudar nosso Jesus.

PRECES DOS FIÉIS


T. Ficai conosco, Senhor.

1. Quando nos sentimos fragilizados pela escuridão dos comportamentos que regem o mundo, tantas vezes contrários ao Evangelho e agressivos à Igreja: nos te pedimos senhor

2. Quando nos deparamos com a dura realidade dos idosos, doentes, moradores de rua e até de crianças abandonados como objeto descartável: nós te pedimos senhor

3. Quando, pela Palavra e pela fração do Pão, vos reconhecemos na Eucaristia: nos te pedimos senhor

4. Quando não conseguimos identificar vossa presença nos momentos difíceis, e nossa fé parecer insuficiente:
Nós te pedimos senhor

5. quando a fé nos falta e não conseguimos ver seus sinais nos outros que caminham conosco, nós te pedimos senhor

Ofertório – Jesus hoje foi reconhecido através de seus gestos . Gesto onde ELe dividiu o pão . Pão que dá vida , que nos alimenta a alma e nos livra do mal .
Hoje também queremos este pão da vida .... queremos porque como Jesus , temos a obrigação de repartir o que temos em ações , gestos , lembrando de tantos que precisam dessa nossa ajuda e de todas as vezes que ele nos ensinou a ir de encontro aos pobres
Queremos ser essa oferta ao nosso Deus , também cuidando de nossas casas , dos familiares , limpando-as do mal da dengue que pode atingir qualquer um de nós , da sujeira que acumulamos no quintal , pois tudo isso aflige ao irmão, tira-lhe a vida e nós precisamos ser instrumento de vida , nosso compromisso é pela vida ...
Oferecer nossa fé, nosso acreditar, tirando as vendas que o pecado nos coloca e nos colocando a serviço de Deus na propagação de sua Boa nova .
Queremos oferecer nosso gestos de solidariedade , doando aos nosso irmãos aquilo que eles necessitam , roupas , alimentos , cuidados , carinho , atenção , pois assim, estaremos realmente levando os gestos de Jesus aos outros .
Tudo isso , senhor , oferecemos junto ao pão e ao vinho , na certeza de que os gestos que o senhor nos ensinou , nós aprendemos por toda a vida . Amém.

Comunhão – Queremos sim , que Jesus venha partir o pão conosco e nos dê a graça de reconhecê-lo pra sempre nesse sinal . Por isso, cantamos com amor e fé pra saudar nosso Jesus.

Ação de graças . vou contar pra vcs uma coisa q eu li outro dia ( contar com palavras simples , não ler , porque senão fica enorme a missa )
Pastel, guaraná e Deus!

Havia um pequeno menino que queria se encontrar com Deus.
Ele sabia que tinha um longo caminho pela frente, portanto ele encheu
sua mochila com pasteis e guaraná, e começou sua caminhada.
Quando ele andou umas 3 quadras, encontrou um velhinho sentando em um
banco da praça olhando os pássaros.
O menino sentou-se junto dele , abriu
sua mochila , e ia tomar um gole de guaraná,
quando olhou o velhinho e viu que
ele estava com fome, então ofereceu-lhe um pastel.
O velhinho muito agradecido aceitou e sorriu ao menino. Seu sorriso
era tão incrível que o menino quis ver de novo, então ele ofereceu-lhe
seu guaraná.
Mais uma vez o velhinho sorriu ao menino. O menino estava muito feliz
e eles ficaram sentados ali sorrindo, comendo pastel e bebendo guaraná
pelo resto da tarde sem falarem um ao outro.
Quando começou a escurecer o menino estava cansado e resolveu voltar
para casa, mas antes de sair ele se voltou e deu um grande abraço no
velhinho.
O velhinho deu-lhe o maior sorriso que o menino já havia recebido.
Quando o menino entrou em casa, sua mãe surpresa
perguntou ao ver a felicidade
estampada em sua face.
"O que você fez hoje que te deixou tão feliz? Ele respondeu.
"Passei a tarde com Deus" e acrescentou
"Você sabe, ele tem o mais lindo sorriso que eu jamais vi"
Enquanto isso, o velhinho chegou em casa radiante, e seu filho
perguntou:
"Por onde você esteve que te deixou tão feliz?"
Ele respondeu:
"Comi pastéis e tomei guaraná no parque com Deus".
Antes que seu filho pudesse
dizer algo ele falou:
"Você sabe que ele é bem mais jovem do que eu pensava?"
Nunca subestime a força de um sorriso, o poder de uma palavra, de um
ouvido para ouvir, um honesto elogio, ou até um gesto de carinho.
Tudo isso pode mudar a vida de alguém , esses gestos nos fazem entender o grande mistério que é o amor de Deus , ele se revela em pequenos sinais e vem ,pra nos fazer amarmos mto mais uns aos outros . Saiam tb, crianças , pela vida procurando Deus e encontrando nos irmãos os gestos de amor que ele nos ensinou .

 
Jesus e as crianças
Toda semana você encontra aqui teatrinhos e historinhas que auxiliam na compreensão da Santa Missa.
Você utiliza as historinhas na missa? Adiante a preparação da missa adquirindo os livros dos 3 anos litúrgicos: A - B e C.

São no total 168 historinhas por apenas: R$ 35,00 e FRETE GRÁTIS (o kit com os 3 livros).

Caso tenha interesse nesses livros clique aqui para conhecer melhor.
Historinha da semana:
Testamento vivo de Peixote

Personagens: Com vozes diferenciadas e lâminas com a história seriada.

Havia um aquário muito grande... Um tanque... Muito bem cuidado...
Lá moravam muitos peixes... Peixes grandes... Médios e pequenos também...
E como sempre acontece, os peixes grandes ocupavam a parte superior da água do aquário e abocanhavam rapidamente a maior parte do alimento que todos os dias os funcionários do aquário jogavam ali. Somente uma pequena parte passava por eles e chegava à parte do meio do aquário, onde viviam os peixes de médio porte que se alimentavam, com ela... E os peixes pequenos? Tinham que se virar no fundo do aquário, se escondendo, brigando por alguma migalhinha de alimento... Algum bichinho que pudesse morar lá no fundo, na terrinha do aquário. Pobre dos peixinhos, eles não podiam se distrair, porque além de tudo isso, eram eles próprios cobiçados como alimentos pelos peixes maiores...
Um dia, um destes pequenos peixinhos, o "Peixote", nadando pelo fundo do aquário, sentiu um movimento diferente na água. Foi até lá e sabem o que ele descobriu? O RALINHO do aquário! É! O lugar onde a água saía, é porque lá na superfície havia um tubo de água que jorrava água limpa permanentemente no aquário e aquele era o ralinho, que não deixava o aquário transbordar.
Então ele teve uma idéia: vou emagrecer... Fazer jejum... Exercícios... Vou ficar magrinho e passar pelo ralinho!
E assim aconteceu. Quando sobrava algo que ele pudesse comer, ele logo agradecia.
_"Não, obrigado, estou cheio!" (E era só porque ele não queria comer, apareceram tantas guloseimas!). Mas o peixinho se manteve fiel ao seu objetivo:
_ "Não, obrigado!"
Que esforço! Até que um dia, ele sentiu que já estava bem magrinho e foi lá no ralinho experimentar. A cabecinha já passava e ele foi se espremendo... Perdendo umas escaminhas daqui... Outras dali... E... E... E... VUPT... "Passou!".
E qual não foi sua alegria, quando já se viu na correnteza do ralinho e logo, logo caiu... Sabem onde? Num lugar muito maior...
- Que tantão de água... Que tantão de peixes... Peixes até maiores que os que ele já havia visto no aquário... É... Mas eles não eram perigosos, porque havia comida em abundância!
Peixote perguntou onde ele estava e um colega foi logo dizendo:
Peixe - "Aqui é o lago!".
Peixote - Mas aqui é o melhor lugar do mundo!
Ao que o outro foi logo dizendo:
- Peixe - É porque você ainda não viu o rio...
- Peixote - Rio?
- Peixe - É... Se você seguir por esse lado você vai conhecê-lo!
E logo Peixote foi nadando... Nadando... E... Tibum... Caiu no rio...
- Peixote - Nossa! Que água cristalina! E ainda por cima é corrente! Quanta comida! Quantos colegas peixinhos! Aqui é o céu!
- Peixe 2 – Oi, colega! Psiti! Aqui!
- Peixote - Oh! Olá! Como aqui é bom!
- Peixe 2 - Ora, peixinho Peixote, é porque você nunca foi ao mar!
- Peixote - Mar! Mas então, onde é que é o mar? Eu quero ir pra lá!
E Peixote saiu em direção ao mar... Pegou um rio à direita... Um outro à esquerda... E... Quando menos esperava estava no Mar!
E Peixote se sentiu tão feliz lá...
Peixote _"Que marzão! Que beleza!".
E dava piruetas e se esbaldava naquele mundão de água...
Mas, de repente, ele pensou nos seus colegas de aquário... E ficou triste... De como viviam naquelas águas pequenas sem saber de nada... Sem saber do lago... Sem saber do rio... Sem saber do mar... Brigando por causa de comida...
E teve uma idéia:
Peixote - "Vou voltar! Preciso contar pra eles sobre tudo isso!".
E tomou o caminho de volta. Custou a encontrar os rios por onde andou para chegar ao mar, mas conseguiu. Chegou até o lago, logo estava na beiradinha do ralo... Mas como fazer? Nesse tempo todo ele se alimentou muito e estava forte e gordinho...
Mas, peixinho Peixote não era sujeito de desistir de seus objetivos: Começou a jejuar, fazer exercícios... corridas... Até que depois de algum tempo já conseguiu passar pela gradinha. Não foi fácil. A água fazia força contrária, saindo do aquário, mas ele acabou conseguindo! Êta peixinho forte!
Logo que chegou ao aquário, Peixote foi rodeado pelos seus companheiros.
- Peixe 3- Olhem... É o Peixote!
- Peixe 4- Onde você estava?
- Peixe 3- Achamos que tivesse morrido!
- Peixe 4- Até celebramos uma missa de 7º Dia! Blá... Blá... Blá...
E Peixote começou a contar tudo e que experimentara no lago, rio e no mar...
Os peixinhos pequenos acreditaram e se animaram... Olhavam o ralinho com um misto de coragem e desafio. Os peixinhos médios também acreditaram, mas olhavam para o tamanho do buraquinho e depois para suas barriguinhas, pensaram no tanto que teriam de emagrecer, se sacrificar e preferiram achar que era lorota de Peixote...
Mas, os peixinhos grandes, sabedores que eram, de que nunca passariam pelo ralinho, decretaram logo que o Peixote era um mentiroso, um subversivo! Que estava levando a desordem e a discórdia aos moradores do aquário. Pegaram uma haste de madeira e o mataram.
Mas, vocês acham que a história de Peixote termina aqui... Assim?
NÃO!!
Pois, foi por causa do testemunho de Peixote que muitos dos seus amigos pequenininhos, seguiram seus conselhos e hoje vivem felizes na fartura do mar sem fim.

Vamos lembrar crianças , os discípulos de emaus , eram como esses peixinhos , eram tristes , desiludidos , não sabiam onde ir , porque achavam o mundo sem esperança , até que Jesus apareceu no meio deles e mostrou um novo caminho ., assim foi peixote , que abriu um novo caminho para que os peixinhos pudessem ser felizes e conhecessem o que chamamos de céu.
Nós somos discípulos , porém não estamos perdidos , conhecemos Jesus no partir do pão e sabemos que caminho seguir .Este é o ensinamento , sigamos a Jesus e o que Ele nos preparou como caminho , porque só Ele é o caminho a verdade e a vida .

 
 
Fonte de pesquisa (preces e leituras) - www.homilia.com.br

 
 
xm732