Missa com crianças
 

22º Domingo Tempo Comum: Mt 16,21-27
Missa elaborada por: Solange do Nascimento e Gisella Parreira Batista
Solange Nascimento – é autora da Missa com as Crianças e co-autora dos livros Jesus e as crianças. Sua formação acadêmica perfaz Pedagogia, Letras e Direito. É pós-graduada em Metodologia do Ensino Superior pelo UNIFOR-MG.

 
Você gosta da Missa com crianças?

Então compartilhe no FACEBOOK a missa dessa semana, clique no botão abaixo:

Obs.: Quando atualizamos a missa, você pode compartilhar novamente para que seus amigos também acompanhe a missa atualizada. Deus vos abençoe !
Compartilhe essa missa das crianças no facebook, para isto basta clicar no icone do FACEBOOK ou outro programa que você desejar compartilhar com seus amigos. Ajude-nos a levar a Palavra de Deus a todos.
Você tem muitos amigos e envia e-mails para todos? Então você pode enviar essa reflexão para todos de uma única vez, basta copiar a url abaixo e colar em seu e-mail.
Para enviar manualmente, copie CTRL C o código acima e cole CTRL V no mural ou mensagens de e-mails dos seus amigos:
 
Tome a sua cruz e me siga

(Montar cruzes de papelão que depois será usada durante a celebração. Palavras devem ser de sentimentos variados – exemplo: fé, amor, ódio, carinho, rancor, inveja, egoísmo, alegria etc.. Precisa-se preparar as crianças antes, orientando-as no sentido de montar as cruzes, conforme o que já está escrito.).

Acolhida
– Boa noite, queridas crianças! Boa noite a todos aqui presentes.

Olha só o que temos aqui?!

Temos 3 cruzes e eu vou chamar então 3 crianças pra fazer um joguinho para mim.

É assim... Aqui perto das cruzes, eu tenho várias palavras que representam sentimentos bons e ruins que podemos relacionar com as cruzes. Eu preciso que vocês, em um minuto, preguem todos esses sentimentos de forma organizada nessas cruzes, vamos lá? Pregando as palavras.

Vamos então descobrir o que as crianças pregaram como sentimentos em cada uma delas?

Nossa!!! Nessa cruz aqui só pregaram sentimentos ruins. Será que se fôssemos carregá-la teríamos facilidade? Sabia que tem muita gente que carrega esse tipo de cruz?

Vamos ver essa outra aqui..... Nessa só tem sentimentos bons. Vamos ler quantos bons sentimentos têm nela? Vimos que essa cruz se carrega com alegria, sentindo que cada passo nesse caminho valerá a pena. Tem gente que vive assim também , que bom!

Vamos ver essa outra?

Nessa, estão misturadas coisas boas e coisas ruins. Acho que essa aqui é um pouco da cruz que a maioria das pessoas carrega, não é mesmo?

Agora, crianças, vamos imaginar que a gente pode escolher a cruz que desejamos carregar. Qual delas carregaríamos?

Essa cheia de dores e tristezas? Essa cheia de alegrias e sentimentos bons, ou essa com coisas boas e coisas ruins, mas sabendo que ela se parece muito com a que temos?

É, crianças, na hora de escolher todo mundo sabe qual a melhor, não é? É essa aqui, onde só tem alegrias. Contudo para gente ter uma cruz assim, é preciso passar por essas outras aqui. Pois a nossa vida é uma mistura de sentimentos, nós é que fazemos à escolha certa deles.

Sabemos que Jesus nos pede renuncia até de nós mesmos, nos pede para carregarmos nossas cruzes e nos fala que até Ele, filho de Deus, também carregou sua cruz e, em momento nenhum, fez renúncia dela.

Por isso crianças, precisamos ouvir o chamado de Jesus e carregarmos com fé, coragem e alegria nossa cruz, fazendo dela nossa chave para o céu.

Todos em pé vamos cantar saudando o nosso Jesus que nos ajuda todos os dias a carregar nossa cruz;

Ato penitencial – (Lâmina com Jesus pregado na cruz , ele como o rei que eles esperavam e assim por diante .)

Jesus exigiu muito do povo de sua época, queria que mudassem de vida , que renunciassem a si mesmos e fossem caminhar com ele, cada um carregando sua cruz . As pessoas que o encontraram tiveram que aprender muito com ele Eles tiveram certas expectativas de Jesus; mas ele, por sua vez, não queria dar conta de todas elas, pois o interesse de Jesus sobre os homens era diferente dos homens para com ele .

Há séculos o povo de Israel esperava um messias como sacerdote e rei. Pensavam que ele iria nascer num palácio, com esplendor e riqueza.

Mas ele nasceu pobre num estábulo... Muitos esperavam que ele fosse aparecer como rei poderoso e libertador político, libertando o povo da ocupação romana. Jesus, porém, não subiu ao trono de Davi. Ele teve que sofrer, foi pregado na cruz e libertou pessoas de fardos bem diferentes: de sua culpa, da mortalidade de sua vida, de seu medo...

Este sim, é o rei que todos nós temos. Mas será que também nos decepcionamos com ele esperando muito mais dele? Temos vergonha de ele nos apresentar de forma tão simples, tão diferente do rei que esperávamos?

Será que realmente entendemos o valor da cruz e de seguir Jesus em nossa vida, ou andamos parados com uma cruz infestada de dúvidas e temores, pecados e mal feitos esperando ainda um novo rei???

Por isso, crianças, temos que pedir perdão ao nosso Jesus, pelas muitas vezes em que paramos na imagem dele na cruz e não conseguimos vê-lo fora dela , em seu estado de glória e vitória .. Estamos agarrados somente em valores humanos e nos pecados que não nos deixam caminhar. Peçamos ,então, perdão ao nosso Jesus, cantando

Leitura – Agora é momento de ouvirmos nossa leitura de hoje. Para que possamos captar as mensagens que Deus nos coloca é preciso atenção e silencio. Vamos nos preparar para ouvi-la ?

Aclamação - Agora é Jesus que irá nos falar, ele anunciará a todos sobre a sua morte, mas acontece que os discípulos acreditavam que ele poderia sair dessa situação quando quisesse.

Mas vejam só a resposta que Jesus deu a eles...

Espere!!! Acho melhor ouvirmos depois de cantar bem bonito pra Ele . Vamos todos então ficar em pé e aclamar as suas palavras cantando com alegria.

Preces - P. Irmãos e irmãs, no Dia Nacional do Catequista, elevemos ao Pai nossas preces, rezando de todo o coração:
T. Ajudai-nos, Senhor, a crescer na fé!

1. Abençoai a Igreja em sua mis-são catequética de apresentar o Cristo, luz dos povos.

2. Recompensai os que se dedicam ao ministério da catequese nesta comunidade.

3. Comprometei-nos com os que sucumbem sob o peso da injustiça e da maldade.

4.Fortalecei nossa Paróquia, para que seja uma Comunidade de comunidades.

Ofertório – Hoje ouvimos o chamado de Jesus para carregarmos como Ele a nossa cruz, mas devemos fazer mais do que isso , devemos também ter consciência que, muitos dos nossos irmãos, tem dificuldades em também carregar a deles. Por isso nosso presente para nosso Deus, a coragem de carregar a nossa cruz e ajudar nossos irmãos nessa missão .

Queremos através desta cruz oferecer nossas orações no sentido de nos fortalecer a seguir Cristo em seu caminho e dar continuidade ao seu plano de salvação .

Queremos através dessa outra cruz oferecer nossas ações, nosso trabalho, labor de cada dia . Que ele possa ser grande diante de Deus e que Ele possa nos ajudar a fazer da nossa cruz uma alegria e não um fardo pesado demais pra carregarmos

Que nessa outra cruz , carregada hoje por duas pessoas, possamos simbolizar todos os irmãos que tem dificuldades em caminhar , que se encontram em momentos difíceis , de dor , de sofrimento ... que assim amparados pelos outros, como nós , possam caminhar mais aliviados

Essa outra cruz simboliza nosso desejo em seguir com nossa missão , mesmo sabendo das dificuldades que devemos passar, ou pela quais passamos , mas expressando nossa coragem em levantá-la a cada pedra , a cada obstáculo , vencendo os problemas do caminho .

Que nessa outra cruz , possamos nos lembrar do sacrifício de Jesus que deu a vida por nós e que devemos a ele esse sacrifício , esse presente de Deus Pai pra nós , por isso devemos ter sempre conosco , no nosso coração esse sinal , sinal do bom cristão que renuncia a si mesmo em prol do nosso Deus .

Com o pão e o vinho oferecemos todo isso ao Senhor, esperando que, um dia ,Ele nos acolha com nossas cruzes, no seu paraíso. Amém.

Vamos todos cantar com alegria o canto do ofertório.

Comunhão _ É na comunhão com Cristo que encontramos forças para nos despirmos de nós mesmos, pegarmos com fé nossa cruz e levá-la até o final de nossa missão. Por isso precisamos cantar a nossa coragem indo ao encontro do senhor com alegria. Vamos todos cantando então ?

Ação de graças – sabem de uma coisa crianças, outro dia uma formiga me levou a REZAR, querem saber por quê ? Prestem atenção no que vou contar... e depois se acharem que ela também os levou rezar não se esqueçam de faze-lo todos os dias .

Outro dia, vi uma formiga que carregava uma enorme folha. A formiga era pequena e a folha devia ter, no mínimo, dez vezes o tamanho dela. A formiga a carregava com sacrifício.

Ora a arrastava, ora a tinha sobre a cabeça. Quando o vento batia, a folha tombava, fazendo cair também a formiga .Foram muitos os tropeços, mas nem por isso a formiga desanimou de sua tarefa. Eu a observei e
acompanhei, até que chegou próximo de um buraco, que devia ser a porta de sua casa.

Foi quando pensei: "Até que enfim ela terminou seu empreendimento". Ilusão minha.

Na verdade, havia apenas terminado uma etapa. A folha era muito maior do que a boca do buraco, o que fez com que a formiga a deixasse do lado de fora para, então, entrar sozinha. Foi aí que disse a mim mesmo:

___"Coitada, tanto sacrifício para nada."Lembrei-me ainda do ditado popular: "Nadou, nadou e morreu na praia." Mas a pequena formiga me surpreendeu. Do buraco saíram outras formigas, que começaram a cortar a folha em pequenos pedaços. Elas pareciam alegres na tarefa. Em pouco tempo, a grande folha havia desaparecido, dando lugar a pequenos pedaços e eles estavam todos dentro do buraco Imediatamente me peguei pensando em minhas experiências.

Quantas vezes desanimei diante do tamanho das tarefas ou dificuldades? Talvez, se a formiga tivesse olhado para o tamanho da folha, nem mesmo teria começado a carregá-la.

Invejei a persistência, a força daquela formiguinha. Naturalmente, transformei minha reflexão em oração e pedi ao Senhor:

Que me desse à tenacidade daquela formiga, para "carregar" as dificuldades do dia-a-dia.

Que me desse a perseverança da formiga, para não desanimar diante das quedas.

Que eu pudesse ter a inteligência, a esperteza dela, para dividir em pedaços o fardo que, às vezes, se apresenta grande demais.

Que eu tivesse a humildade para partilhar com os outros o êxito da chegada, mesmo que o trajeto tivesse sido solitário.

Pedi ao Senhor a graça de, como aquela formiga, não desistir da caminhada, mesmo quando os ventos contrários me fazem virar de cabeça para baixo, mesmo quando, pelo tamanho da carga, não consigo ver com nitidez o caminho a percorrer.

A alegria dos filhotes que, provavelmente, esperavam lá dentro pelo alimento, fez aquela formiga esquecer e superar todas as adversidades da estrada.

Após meu encontro com aquela formiga, saí mais fortalecido em minha caminhada. Agradeci ao Senhor por ter colocado aquela formiga em meu caminho ou por me ter feito passar pelo caminho dela. 

 
Jesus e as crianças
Toda semana você encontra aqui teatrinhos e historinhas que auxiliam na compreensão da Santa Missa.
Você utiliza as historinhas na missa? Adiante a preparação da missa adquirindo os livros dos 3 anos litúrgicos: A - B e C.

São no total 168 historinhas por apenas: R$ 35,00 e FRETE GRÁTIS (o kit com os 3 livros).

Caso tenha interesse nesses livros clique aqui para conhecer melhor.
Historinha da semana:
A construção da igreja: Pedro

Acabamos de ouvir no evangelho que Jesus quer que carreguemos nossa cruz com amor, sabendo que Ele nos deu o exemplo, sabendo que a cruz é a nossa própria vida, quando buscamos o amor e o bem para nós e para aqueles que estão próximos de nós... mas nem sempre é fácil fazer o bem... não olhar só para a nossa vida, buscar o amor e com fé seguir os passos de Jesus...

Existia uma reino muito distante , ficava ali atrás do Cristo e lá tinha uma rainha que amava muito Jesus, mas não entendia muito suas palavras, quis que todos os seus súditos seguissem as palavras dele ao "pé da letra"... ela não quis nem saber da conversa dos que já seguiam Jesus... ele teria que fazer melhor... diferente... pois se era rainha era mais "sabida".. tinha mais força para fazer com que seu reino se tornasse exemplo para todo o mundo, como um "reino que segue Jesus"... e isso a tornaria a maior rainha de todos os tempos... quem sabe até uma "santa", com altar e tudo.... é... amar Jesus sem entender bem suas palavras é coisa complicada...

E... pensando que fazia o que Jesus estava pedindo no evangelho, publicou uma lei... e exigiu que todos a cumprissem... e se não o fizessem, a punição seria certa..... (nessa hora, ela se esquecia de que amava Jesus e ficava muito brava, como antes de se converter e querer "mudar de vida" e prometeu algumas punições como prisão, multas bem altas, muitos dias no "spardeia" , limpeza das ruas do reino e o pior de todos os castigos, ela iria mandar cortar as cabeças – cortem as cabeças ... )

O rainha encomendou a uma madeireira que fabricasse milhares de cruzes e mandou fazer muitas, de vários tamanhos, com toda a madeira que encontrassem por lá... pequenas, médias e grandes...

Cruzes prontas, a rainha baixou um decreto para que todos os súditos se reunissem na praça do reino, fizessem uma fila e que cada um pegasse sua cruz e não a largasse, por toda a vida... andasse com ela todo o dia... fossem onde fossem... e que seus guardas estariam de olho no cumprimento do decreto...

Então , como sábio que sou , foi ai que entrei na história, pois tinha sido eu quem havia apresentado a Palavra de Jesus a rainha , quis argumentar... explicar... mas a rainha nem quis ouvir... falava que Jesus mesmo tinha falado com ela( eu sonhei , ele veio vestido de branco em cima de uma pedra e disse , renuncie a si mesmo, pegue sua cruz e siga-me ) e essa era a sua missão...

Então, eu tive uma ideia para que o rainha pudesse entender o que Jesus havia falado e não só as suas palavras...

Ele ele fez o seguinte :foi antes à madeireira e pediu que se fizessem uma cruz especial para o rainha

As pessoas, sabendo dos rigores da lei, mesmo também sabendo que agora o rainha queria fazer tudo certinho, porque amava Jesus, fizeram a fila para pegarem suas cruzes... e como todo povo, já se antecipavam em escolher as menos pesadas... as mais leves... sabiam bem que carregar por todo o dia aquele peso ele se tornaria muito maior... aiaiaiia... quem poderia falar com a rainha que não era nada disso que Jesus queria... a rainha não ouvia ninguém... nem o sábio do reino...

E foi aquela confusão! No dia da entrega das cruzes... os mais espertos foram na frente e se empurrando foram pegando as menores...

A rainha , que também queria dar o exemplo, chegou um pouco depois e também foi pegar a sua cruz, pois afinal, agora ela seguia Jesus e queria pegar a sua... mas, quando chegou se surpreendeu ... eles haviam feito a mais bonita cruz para ela...era grande.. de madeira nobre...toda cheia de desenhos trabalhados....ouro e pedras preciosas... uma chiqueza....e uma peruice

A rainha , olhando encantado para a cruz, logo teve um leve arrepio... carregar aquela cruz para todo lado... dar o exemplo e nem pedir ajuda...

Aiaiaiaiai..................

Mas agarrou sua cruz e foi andando, e todos os súditos olhando aquela visão... cada qual com sua cruz... umas pequenas... outras maiores... mas a da rainha , a maior de todas, a mais bonita e trabalhada... enfeitada...

Fizeram uma grande fila atrás do rainha e o seguiram em procissão pela cidade, e ela ia cantando ( o povo de deus no deserto andava , também sou teu povo senhor, estou nessa estrada )para que o mundo todo soubesse da bondade da rainha , de sua grande amizade com Jesus... da sua fé... da sua bondade... querendo fazer seguir Jesus todo o seu povo...

No primeiro quarteirão a rainha foi toda elegante, afinal ela era chique ... mas com o passar do tempo e do caminho, a cruz foi ficando mais e mais pesada... o rainha já se encurvava embaixo dela... o suor escorria por sua testa... os soldados não podiam fazer nada, pois também carregavam as suas cruzes...

Mesmo as outras menores que o povo vinha carregando atrás dele, já estavam incomodando...

Mas a rainha começava a ficar incomodada ..

Rainha - Oh sábio, o senhor tem certeza que não era só renunciar não , tinha que carregar a cruz ?? Mas que cruz é essa, Meu Deus??? Que peso .. .aguento isso não.

Eram ... velhos... mulheres... até os soldados que cuidavam da segurança ... todos carregando suas cruzes...

A rainha teria que dar o melhor exemplo, afinal ela era seguidora de Jesus....

Mas ela não estava dando conta... o peso foi ficando cada vez mais intenso... ela se curvava cada vez mais... e ai , ele então colocou a cruz em pé e pediu ao soldado que a levasse , mas coitado também tinha a dele que era pesada .Ela chamou as crianças , convocou toda a população , para carregar a sua cruz e esqueceu que eles também tinham a deles.

Pois, crianças ,aconteceu que o povo se revoltou e todos não quiseram mais carregar a cruz , a rainha amedrontada com a situação veio ter comigo

Sábio dos áraques – O que é isso ??? Esse negócio de carregar a cruz , virou um castigo ... ninguém mais quer amar Jesus , até eu , porque tenho que carregar esse incomodo , como minha vida ficou difícil .

Sábio – Ninguém disse a senhora que seria fácil ... Jesus não disse que seria fácil , mas você impôs a lei errada ,escravizando seu povo . o que Jesus quis dizer com isso foi :

Rainha : Se você quer me seguir , não fique agarrado a bens materiais , a tudo que lhe cerca , não se prenda ao emprego em desfavor a sua fé , não exalte a beleza , esquecendo que Jesus avalia é o coração , não pese em suas costas a vaidade , se Jesus quer que você seja humilde .. carregar a cruz , não é colocar sobre o ombro um fardo , mas livrar-se dele , pois a vida de quem segue Jesus , já é de renúncia e quem renuncia ao que ele pede , a tudo isso que lhe falei, tem uma vida mais leve . Carregar a cruz que ele mandou, a cruz da bondade , da fraternidade , da humildade , do perdão e do amor incondicional , esse é o que baila sobre as costas do cristão .. porque esse é o símbolo que nos levará a Ele , e ao céu que tanto esperamos ter ...

Rainha – Então era isso ... súditos , vamos nos reunir aqui na praça .. a partir de hoje não mais vamos carregar a cruz externa ,mas sim ,a que vivemos em nosso coração em nossa vida diária ... vamos viver a vida de um cristão ... vamos nos libertar de todo mal que nos oprime e vamos viver o amor e a fraternidade .

Irmãos ...Voltemos nossos olhos para sermos mais amigos , mais solidários e vivermos plenamente os ensinamentos de Cristo , mas os vendo com o coração e não com o que a palavra dita . Vamos , vamos celebrar esse grande dia , onde descobrimos como Jesus vive em nós .

E assim, crianças , o reino viveu tempos de paz ... e tempos de Deus conosco



"É preciso renunciar-se a si mesmo , pegar a sua cruz e seguir nos passos de Jesus "

 
 
Fonte de pesquisa (preces e leituras) - www.homilia.com.br

 
 
xm732